Post divigation

Estou com rachaduras nos pés e agora?

Mulheres e Homens, atenção!
Preocupamos-nos tanto em estar com uma boa aparência. Investimos nosso tempo e dinheiro com cuidados com o corpo e a mente. Compramos roupas, malhamos, nos perfumamos, escovamos os dentes. Mas não podemos negligenciar os cuidados com os pés.

Hoje vamos falar de uma questão não só estética mais principalmente de saúde. O assunto da vez é sobre as rachaduras nos pés. Isso mesmo. Você sabia que a falta de cuidado com as rachaduras pode levar a complicações mais sérias?

Rachadura nos pés

Como surgem as rachaduras nos pés?

Nossa pele é formada por três camadas a saber: a epiderme, a derme e a hipoderme, sendo a epiderme a camada externa. No caso dos pés quando esta camada é agredida por fatores externos como, por exemplo, ressecamento e atrito com calçados, a mesma tem acúmulo de queratose que é uma reação de engrossamento. Esta reação é uma defesa natural para proteção das camadas internas da pele contra os fatores externos. O problema é que decorrentes deste processo podem surgir as fissuras na pele principalmente na região do calcanhar.

Pés ressecados
Pés rachados. Fonte: Dr. Siegerman & Dr. Spector

Principais causas

Além dos fatores externos, outros fatores podem desencadear a formação de rachaduras nos pés por que muitos destes também contribuem para o ressecamento da epiderme. Entre os que se destacam estão:

  • Agressões químicas;
  • Alterações climáticas;
  • Andar descalço e uso de calçados abertos nos calcanhares;
  • Consequência de psoríase;
  • Defeitos ortopédicos;
  • Diabetes;
  • Doenças vasculares;
  • Hereditariedade;
  • Idade;
  • Maus Hábitos Alimentares;
  • Micoses;
  • Obesidade;
  • Problemas hormonais;
  • Uso de meias sintéticas que contribuem para a proliferação de fungos e bactérias;
  • Uso inadequado de sapato que podem ocasionar o surgimento de bolhas, esfolamento e calosidades. Por exemplo, sapatos folgados, apertados ou sem palmilhas.

Quais são as possíveis complicações?

As rachaduras podem sangrar e às vezes atingir os nervos presentes na região da derme causando muita dor.
Caso não se tome os devidos cuidados existe a possibilidade da contaminação do local por bactérias. Isto pode contribuir para o aparecimento de doenças comuns nos membros inferiores como o a erisipela.
Portanto todo cuidado é sempre bem-vindo.

Então o que fazer para sanar este problema?

Nos casos mais graves o tratamento deve sempre ter a orientação de um dermatologista.
Em casos mais simples uma hidratação em casa pode ser indicada. Os cremes mais indicados para as rachaduras nos pés são os umectantes a base de vaselina e ou lanolina. Em alguns casos são usados cremes com ureia que ajudam a remover a camada de células mortas da pele.

E você o que faz para conter as rachaduras nos pés?

QUER SABER MAIS SOBRE RESSECAMENTO E RACHADURAS NOS PÉS? CLIQUE NOS LINKS ABAIXO:
Cuidado com os pés – Como evitar as rachaduras dos pés
Pés ressecados? Como evitar?
Como tratar e evitar o ressecamento dos pés

Fontes:
Fissura (rachadura) plantar – Podologia Jundiaí
Dermatologista dá dicas simples de como resolver rachaduras nos pés – Jornal Hoje
Dry and Crack Feet – Dr. Siegerman & Dr. Spector

AVISO

As informações contidas neste blog não substitui aconselhamento profissional e orientação de seu médico, a quem você deve e tem total responsabilidade de consultar antes de tomar decisões sobre sua situação e problemas de saúde.

Pes Perfeitos

8 comentários sobre “Estou com rachaduras nos pés e agora?

  1. Olá Bia, tinha muita curiosidade de saber sobre os pés rachados. Seu artigo esclareceu muitas dúvidas. No meu caso acho que pode ser ressacamento, ou alguma complicação paralela que não sei qual nem como identificar. O fato que me incomoda porque fica feio. Não dói e por isso acho que os cremes resolverão.
    Obrigada amiga por seu artigo. Ajudou para caramba.

    • Olá Nilton!

      Você pode assinar nosso boletim e ir acompanhando as novidades por e-mail ou visitar o blog para conferir os artigos semanais.

      Agradecemos a visita!

Comentários estão fechados